Limoeiro: Moradores e Comerciantes protestam contra alteração de fluxo de veículos em avenida de Ipatinga

No início desta manhã de Terça-feira(27), populares atearam fogo em Pneus na Avenida José Anatólio Barbosa, principal via de ligação do bairro Limoeiro ao bairro Vila Formosa e Cidade Nobre, em protesto contra a alteração no trânsito realizada pela Prefeitura de Ipatinga. A Administração Municipal realizou intervenções e anunciou que a partir desta terça-feira o fluxo de veículos seria alterado na via, implantando uma faixa exclusiva para a circulação de ônibus.ImagemOs manifestantes também atearam fogo em papelões e madeiras, reclamando da alteração no estacionamento, que foi proibido do lado esquerdo da via.ImagemA Prefeitura informou que as alterações foram realizadas após discussão com a comunidade e com representantes da Associação de Moradores. Segundo a Prefeitura, estudos técnicos foram feitos para melhorar o fluxo de veículos na principal avenida do bairro.ImagemImagem Gustavo Finocchio, secretário municipal de Serviços Urbanos, informou que as intervenções foram iniciadas somente após a aprovação do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito, com o apoio da Associação de Moradores do Bairro Limoeiro (Ambal).

Enquanto nossa equipe colhia informações, notamos que os Comerciantes da Avenida José Anatólio Barbosa, diziam que eles vão ser os mais prejudicados,  já que segundo eles ” Se não pode estacionar carro, no lado esquerdo da Via, o comércio não será visto pelos consumidores”. Já a maioria da População, diz que “Ficou muito bom do jeito que está”, já outros rebatem essa opinião da maioria!

Durante o protesto, o fluxo de carros.e ônibus foi desviado, entrando na rua Nozes,passando pela rua Pitangas, e saindo próximo á Escola Geraldo Gomes.

Editor Chefe: João Lucas Rodrigues

Reportagem: Rede Vda Minas

Fotos e Edição: Pedro Martins Silva

Anúncios

Faixa exclusiva para ônibus é Implantada no Limoeiro

A avenida José Anatólio Barbosa, no bairro Limoeiro, terá seu fluxo de veículos alterado a partir da próxima terça-feira (27).

A Prefeitura de Ipatinga realizou ao longo da semana as intervenções necessárias na sinalização para que a implantação de uma faixa exclusiva para ônibus, no sentido Centro-bairro, ocorra de forma segura no local.

“Os investimentos da Prefeitura na manutenção da sinalização em vias públicas visam garantir um trânsito seguro no município, por isto a participação da população é muito importante nesses momentos em que estamos elaborando e implantando as melhorias”, pontua o secretário municipal de Serviços Urbanos e Meio Ambiente, Gustavo Finocchio.

Há cerca de 10 meses as equipes do Departamento de Transporte e Trânsito (Detra) da PMI realizam estudos técnicos com objetivo de propor alternativas para melhorar o fluxo de veículos na principal avenida do Limoeiro. Com a conclusão desta etapa, a Prefeitura promoveu debates junto à comunidade para apresentar as sugestões de alteração na sinalização viária.

O secretário Gustavo Finocchio esclarece que somente após a aprovação do Conselho Municipal de Transporte e Trânsito, com o apoio da Associação de Moradores do Bairro Limoeiro (Ambal), é que as intervenções no bairro foram iniciadas.

A partir da próxima terça-feira (27), o trânsito de veículos na avenida José Anatólio Barbosa só será permitido no sentido bairro-Centro, liberando a faixa do lado oposto, Centro-bairro, para o tráfego exclusivo de ônibus do transporte coletivo do município.

Avenida José Anatólio Barbosa, LimoeiroPara o vereador Adelson Fernandes da Silva, que acompanha desde o início os estudos técnicos e debates com a comunidade, a mudança trará benefícios, não só aos moradores do bairro Limoeiro mas, também, aos moradores da zona rural de Ipatinga. “O Limoeiro é um bairro de ligação com outros locais importantes para o município e a ação da Prefeitura vai beneficiar a todos que transitam pela a avenida”, elogia o vereador. “É necessário que a população compreenda que toda mudança traz alguma resistência, mas as intervenções propostas pela Prefeitura de Ipatinga vão beneficiar os motoristas, os pedestres e os usuários de ônibus”, argumenta.

As alterações no Limoeiro fazem parte de um conjunto de ações desenvolvidas pela Prefeitura de Ipatinga para a reorganização do trânsito na cidade. Além da criação do corredor exclusivo para ônibus no Limoeiro, também estão previstas intervenções no bairro Bom Jardim, que receberá mudanças no sentido de algumas vias, permitindo melhorar o fluxo de veículos em horários de tráfego intenso. Já a avenida Kiyoshi Tsunawaki, na ligação do bairro Cariru até o Hospital Márcio Cunha, receberá novas defensas metálicas do longo da pista.

DEPUTADO QUER A LEGALIZAÇÃO DA MACONHA E ANISTIA PARA OS TRAFICANTES

O projeto dImageme Lei 7270/2014, protocolado pelo deputado federal e ex-bbb Jean Wyllys (PSOL)na Câmara dos Deputados vai dar muito o que falar. Além de propor a tão polêmica legalização da maconha, Wyllys vai além, e propõe ainda a anistia para os traficantes de drogas, o que ele define como “mudanças radicais na política de drogas do Brasil”.
“Em primeiro lugar, proponho uma anistia geral para todas as pessoas presas, processadas ou indiciadas por tráfico de maconha. Isso não inclui aqueles que tenham praticado outros crimes (por exemplo, quem tiver matado), e nem os policiais e outros agentes públicos envolvidos no tráfico. Por isso, estamos propondo que, depois da sanção da lei e por um determinado prazo, outra anistia seja oferecida àqueles que praticam o comércio ilegal da maconha e de outras drogas e não foram ainda indiciados ou condenados por isso, mas querem se inserir na legalidade. Isso quer dizer que o dono de uma ‘boca’ poderá se registrar como comerciante legal de maconha, cumprindo todos os requisitos da lei, abandonando as armas e a violência, assim como o comércio das outras drogas ainda ilícitas, e pagando impostos. E viramos a página”, declarou o deputado Jean Wyllys em artigo publicado no site Uol.

Veja como a Igreja Universal tem prejudicado pessoas em Ipatinga

Veja como vidas tem sido afetadas com trabalhos realizados pela Igreja Universal.

Evento de Jovens no Vale do Aço

A FJU(Força Jovem Universal) fará um Grandioso evento no Vale do Aço, como principal atração sendo a  Banda Blessed. Também terá a presença do Pastor Fábio Freitas, que é o responsável pela Força Jovem de Minas Gerais. Além disso Grupos de Dança e Teatro também farão parte do quadro de atrações do evento. Então você não pode ficar de fora, será no dia 4 de Maio ás 15hs no Templo da Igreja Universal, localizado na Avenida Macapá, 635 – Veneza I – Ipatinga – Minas Gerais. Mais informações acesse: http://www.facebook.com/universal.ipatinga ou procure na Secretária da Igreja.

Imagem

Banner Oficial do Evento.

 

Anjos da Noite, projeto criado pela Igreja Universal do Reino de Deus, visa atender moradores de rua!

A Iurd (Igreja Universal do Reino de Deus), tem realizado em todo o Brasil, um trabalho evangelístico com moradores de rua, em Ipatinga não é diferente, o grupo Anjos da Noite, leva todas ás sextas-feiras roupas, alimento, e acima de tudo uma palavra de Fé e esperança para essas pessoas que são invisíveis aos olhos da Sociedade, o grupo Anjos da Noite é um dos inúmeros serviços sociais que a Universal presta junto á sociedade, temos tantos outros projetos como: Força Jovem Universal (Motivando jovens a sair das drogas), Evangelização em presídios (Levando uma palavra de fé, aos prisioneiros, e ajudá-los a vencer a solidão das penitenciárias) e outros.

Conheça um pouco do trabalho do Anjos da Noite, o intuito da Igreja não é levar essas pessoas ao centro de recuperação, mas que elas venham ser libertas dos vícios.

O alimento é preparado na Igreja mesmo, com o apoio das Voluntárias que preparam os alimentos, com todo o amor e carinho, para levar há essas pessoas uma palavra de motivação. O Pastor Abraão Abramo, é responsável pela Igreja Universal em Ipatinga, e atualmente pastor da Universal na Avenida Macapá,Nº 635 – Veneza I. Foto/Reprodução: Facebook (Visão Planejamento Realização – Vpr Ipatinga). Em Ipatinga a Universal está presente nos bairros: Veneza I, Canaã e Esperança, para mais detalhes sobre os endereços da Igreja acesse: http://www.universal.org/enderecos .

Assista o vídeo e siga a canal, assim você fica por dentro de tudo o que acontece na Universal de Ipatinga..

.

Matéria completa do caso que chocou todo o estado da Bahia

Um homem estrupou e matou a filha de 12 anos no bairro Mirante caravelas em Porto Seguro, no extremo sul da Bahia. O homem ainda jogou o filho de 3 anos debaixo de um ônibus, que por sorte o motorista conseguiu desviar! A população do bairro tentou linchar o homem que saiu machucado.

Saiba tudo sobre o jornalismo

Jornalismo

Profissões relacionadas ao curso: Apresentador de rádio ou TV, assessor de imprensa, editor, jornalista, produtor de conteúdo para internet, produtor de rádio ou TV, repórter .

1. Sobre o curso

Jornalista

Produzir notícias para ser veiculadas por meios de comunicação é a atribuição deste profissional. Além de redigir textos, faz parte de seu cotidiano organizar pautas, editar matérias, planejar e executar coberturas jornalísticas e realizar entrevistas. O trabalho deve ser orientado pela ética e pela pluralidade de pontos de vista, de forma a aprofundar os temas tratados e favorecer o debate público.

Principais áreas de atuação

– Jornal
– Revista
– TV
– Rádio
– Internet
– Comunicação corporativa

2. Ensino

Número de faculdades 233
Melhores cursos Fundação Universidade Federal de Viçosa (MG), Universidade Federal de Minas Gerais, Universidade Federal de Santa Maria (RS)
Vagas disponíveis por ano 27.500
Duração do curso 4 anos
Candidatos 38.325
Candidatos/vaga 1,39
Formandos por ano 7178

3. Estágio

Estágio obrigatório?

Não

Quem recruta estagiários

– Assessorias de imprensa.
– Veículos de comunicação.
– Editoras.
– Empresas, na área de comunicação interna.

Melhor época do ano para procurar estágio

O ano todo, mas o período que mais se fecham contratos são os meses de setembro e outubro.

Momento ideal para iniciar estágio

A partir do terceiro semestre.

Atividades do estágio

– Acompanhar o trabalho de um jornalista profissional.
– Auxiliar na apuração de matérias,
– Clipping (seleção e arquivamento de matérias publicadas sobre determinado assunto)
– Radioescuta,
– Follow up (monitorar publicação de matérias) para veículos e assessorias de imprensa,
– Pesquisa,
– Pré-reportagem,
– Agendamento de entrevistas
– Arquivo

4. Mercado

Profissionais no mercado

Cerca de 80 mil.

Exigências para atuar na profissão

O diploma de jornalista não é mais obrigatório para exercer a profissão, mas muitas empresas dão preferência a estudantes de Jornalismo por terem conhecimento técnico da área.

Regulamentação

Decreto nº 83.284, de 13 de março de 1979.

Ganho inicial (média mensal)

De R$ 900 a R$ 2,5 mil.

Ganho escalão intermediário (média mensal)

De R$ 4 mil a R$ 7 mil.

Ganho no auge (média mensal)

A remuneração pode ser bastante elevada, dependendo da trajetória do profissional. Pode atingir, ou mesmo superar, a faixa de R$ 15 mil a R$ 20 mil.

Atividades do início de carreira

Basicamente são as mesmas do período do estágio. A diferença é que os jornalistas profissionais podem assinar matérias.

Evolução da profissão

– Nos veículos de comunicação o jornalista começa como repórter e, com a experiência e a evolução, passa a editor, redator-chefe e pode chegar à direção de redação.
– Nas empresas, pode assumir cargos de gerência e direção de comunicação.

Auge da carreira

O tempo para chegar ao auge é relativo. Alguns profissionais se tornam famosos e reconhecidos em poucos anos. Contudo, em média pode-se estimar um período de 8 a 12 anos.

Dicas

– O profissional deve ter uma boa bagagem cultural para ser capaz de tratar dos mais diversos assuntos e se relacionar bem com suas fontes. Ler muito, viajar e fazer cursos diversos é fundamental.
– Ter habilidade para entender como funciona o processo de comunicação como um todo é um diferencial para quem pretende assumir cargos de gestão.

Uma história de sucesso

“Sempre quis ser jornalista porque achava que seria uma boa maneira de contar histórias. Como tinha jornalistas na família, tinha consciência de que a profissão oferece a possibilidade de interferir na sociedade e colaborar para a mudança no âmbito das políticas públicas.

Comecei a estagiar desde que entrei na faculdade. Acho que isso é essencial para qualquer um que pretenda trabalhar na área porque permite a união da teoria e da prática.

Logo depois de formada, fui correspondente dos jornais O Estado de S.Paulo e Correio Braziliense e da ABC News, para quem fiz meu primeiro trabalho grande – um documentário –, que foi premiado pela Universidade de Columbia.

Em 2004, fui contratada pela sucursal de Brasília da Folha para acompanhar o processo de implantação das políticas sociais e acabei me tornando uma das responsáveis pela cobertura da Presidência da República. Depois trabalhei na Unesco, antes de vir para a FSB.

É importante que os estudantes procurem se aprofundar em temas e questões que lhes interessem, pois o curso de jornalismo tende a ser mais abrangente do que profundo. E o sucesso na profissão está muito relacionado à qualidade da informação produzida e veiculada. É interessante fazer especialização ou algum tipo de pós-graduação na área de interesse”.

Gabriela Athias, jornalista do núcleo de Políticas Públicas da agência de comunicação FSB

Fontes: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep)/Ministério da Educação (MEC), dados de 2010; Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), dados de 2009;

Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj)

Especialistas entrevistados para compor o perfil da profissão:

Walter Freoa, professor e supervisor de estágio da Faculdade Casper Líbero;

Maria Elisabete Antonioli, coordenadora do curso de graduação em Jornalismo da ESPM

Incêndio destrói sede da Ascari em Ipatinga

Ascari não possuía projeto de combate a incêndio, diz bombeiros

 

O PROJETO SERIA NECESSÁRIO ATÉ MESMO PARA A LIBERAÇÃO DO ALVARÁ DE FUNCIONAMENTO QUE JÁ HAVIA SIDO LIBERADO

 

Lairto Martins

Causas do incêndio ainda não esclarecidas

O Corpo de Bombeiros interditou no início da tarde desta quarta (22) a rua onde está localizado o galpão da Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Ipatinga (Ascari) no bairro Canaã. A sede da entidade foi completamente destruída por um incêndio na noite de terça-feira (21). As chamas se espalharam rapidamente porque o material que tinha no galpão é de fácil combustão e altamente inflamável.

As causas do incêndio ainda não foram esclarecidas, mas, a informação do Corpo de Bombeiros é que as chamas poderiam ter iniciado de um pequeno fogaréu provocado pela queima de lixo no meio fio que fica próximo da Ascari. Segundo levantamento feito no local, atitude é muito comum entre os moradores da localidade.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militares e brigadistas de empresas privadas combateram o fogo que se alastrou rapidamente. Por volta das 22h30, o foco de incêndio já havia sido controlado, mas o trabalho de resfriamento continuou até que não houvesse nenhuma possibilidade de um novo incêndio.
Ninguém ficou ferido, mas, os prejuízos foram grandes e todo o estoque de recicláveis acabou sendo destruído e o galpão teve a estrutura danificada.

Lairto Martins

Segundo o Corpo de Bombeiros Ascari não tinha um projeto de combate ao incêndio

Interdição
Segundo o Corpo de Bombeiros, a interdição do quarteirão foi necessária, já que ainda havia riscos de novos desabamentos. Embora algumas chamas eram vistas, o Sargento Mota tranqüilizou que não haveria riscos de um novo incêndio. “O que está queimando é o que está por baixo dos escombros. Mais de 99% já foi destruído. Estamos esperando que a prefeitura venha fazer a retirada dos escombros para fazer o rescaldo (jogar água nas cinzas)”, disse o policial.

Ainda conforme o Corpo de Bombeiros, apesar do galpão possuir alvará de funcionamento, não havia um projeto de combate a incêndio (PCI). O sargento explica que todo e qualquer estabelecimento antes de conseguir a permissão para funcionar, deve antes fazer um projeto de controle do incêndio por um engenheiro. Posteriormente a elaboração deve ser analisada e avaliada pelo Corpo de Bombeiros que vai ao local. “E assim que estiver de acordo com as leis ele vai ser liberado para que o proprietário coloque o projeto em execução. Depois disso o bombeiro vai até o local e faz a liberação para o funcionamento”, esclareceu o militar.

    Reportagem: Jornal Vale Do Aço http://www.jvaonline.com.br

Soterramento mata homem no bairro Vila Formosa

Vítima tinha retirado um caminhão de garagem na margem de um soterramento, mas voltou para resgatar cão e acabou morto

 

 

 
Recomendar
 
Principal

 

 


Wellington Fred

soterramento
corpo8

IPATINGA/MG – O deslizamento de um barranco, por volta das 9h deste domingo, matou um homem no bairro Vila Formosa,em Ipatinga. O acidente matou Audiney Magalhães Barbosa, de 33 anos.

Ele morava na avenida Ddeusemim Januário, entre o Vila Formosa e o Limoeiro. Era casado e deixou uma filha de 3 anos. Familiares e amigos e amigos informaram que Audiney retirou um caminhão atingido pela primeria queda do barranco, na garagem. Minutos depois ele voltou para resgatar um cachorro, quando foi surpreendido pela terra que desabou de vez.

Amigos, equipes do Corpo de Bombeiros Militar e familiares, usando enxadas e até um trator foram usados para retirar a terra que desabou sobre a vítima.  O trabalho demorou quase duas horas para o resgate do corpo. 

Reprodução

I081040.JPG

Audiney Magalhães Barbosa, 33 anos

A morte de Audiney foi a segunda, desde o começo da chuva neste fim de semana. Na sexta-feira, a queda de um barranco deixou gravemente ferido um homem no bairro Ana Rita, em Timóteo. A vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. 


OUTRO

Já, na rua Quinze, bairro Esperança, Daniel Lucas da Costa, de 55 anos, foi atingido pela queda de um barranco sobre um barracão. Ele foi retirado com vida dos escombros por populares, sendo socorrida pelo Samu e levada ao para o hospital.

Daniel teve fratura na perna esquerda e escoriações pelo corpo. Na hora do desmoronamento, Daniel estava sozinho em casa. A ocorrência foi atendida pela Polícia Militar e equipe do Corpo de Bombeiros Militar.

 

 


Repórter : Wellington Fred e Wôlmer Ezequiel – Plantão da reportagem Diário do Aço